top of page

Conhecido como "o poeta do povo" pela crítica dos Estados Unidos, Langston Hughes (1902-1967) é considerado um dos maiores nomes da literatura negra em língua inglesa e um dos poetas mais emblemáticos do século XX. Ainda sem um único livro publicado no Brasil, a Pinard propõe publicar a antologia "O negro declara e outros poemas", que concentrará cerca de 80 dos seus versos mais emblemáticos – além de três textos de apoio que irão contextualizar e aprofundar seu trabalho artístico – em uma edição bilíngue e estilizada.

Negro, homossexual e comunista, Langston Hughes criou uma poesia ao mesmo tempo profunda e acessível, que conversava com os intelectuais da literatura inglesa – chegando a ser comparado com Walt Whitman – ao passo que conseguia encantar os leitores de camadas mais populares. Tornou-se o primeiro autor negro dos Estados Unidos a viver unicamente da escrita e, ainda em vida, tornou-se o poeta mais lido do país. Além de se dedicar à literatura, Langston Hughes foi também ativista social e dramaturgo.

 

O livro foi traduzido por Leo Gonçalves e revisado por Ricardo Aleixo.

O Negro Declara

R$ 82,90Preço
bottom of page